Resenha: Como num filme – Lauren Layne

0
1898

Recentemente saiu o novo livro de Lauren Layne, fiquei animadíssima, eu particularmente adoro a escrita dela, e confesso que é uma daquelas autoras que eu nem paro para olhar a sinopse, já penso logo de cara ‘poxa, se é Lauren Layne, vai rolar um amor aqui’. Com o novo livro, ‘Como num filme’ não foi diferente.

Quem ai leu ‘Em pedaços’ e não ficou tentando imaginar quem seria a autêntica namorada de Ethan? Pois bem dears, ‘Como num filme’ é mais uma história da Série Recomeço porééém, se fossemos seguir uma ordem cronológica dos fatos, ela viria antes de ‘Em pedaços’, justamente por se passar no lapso temporal em que Ethan e Stephanie se conhecem.

Se você não leu nenhum ainda, não se desespere, você não precisa seguir a ordem de lançamento, mas também não pode mais ficar ai perdendo tempo.

Eu costumo separar meus livros por momentos, dias e emoções, existe uma ramificação dentro da minha própria cabeça que eu chamo de ‘Livros mamão com açúcar’, você já pode rir agora hahahaha acontece que toda vez que eu compro um livro novo meu esposo pergunta ‘sobre o que que é esse?’, e com isso surgiu a necessidade de tentar explicar a minha fase literária de forma que ele conseguisse ter um parâmetro do que eu estaria lendo. Foi ai que surgiu os livros ‘mamão com açúcar’ e antes que pense que isso é ruim, pode parar; são parte dos meus preferidos e Lauren Layne definitivamente está entre meus top 10 ‘mamão com açúcar’. São livros fáceis de se ler, gostosos de acompanhar, quentes na medida certa e geralmente com o final feliz clichê que em muitos momentos da vida, são exatamente o que estamos precisando.

Agora vamos parar de blábláblá e dar uma pincelada no livro, afinal, é para isso que estamos aqui.

Primeiro vamos entender que as coisas deram ruim na vida de Ethan, e não estão dando tão ‘bom’ na vida de Stephanie, eis que os dois se trombam e a história nasce. Ethan, cai de gaiato em um curso de cinema durante as férias de verão, logo eles estão na posição de desenvolver um trabalho em dupla, o trabalho consiste em um roteiro (e eu paro por aqui, caso contrário rola spoiler). Conforme os dias seguem, ambos se veem em um relacionamento de mentira, ele precisava de uma namorada, ela de um quarto pra dormir e toda aquela confusão de misturar a realidade com a mentira começa a acontecer.

Eu me apeguei bastante a Sthepie, ela não é a mulher mais incrível da galáxia, mas é muito real, acho que como sempre, Lauren Layne foi além do casal e nos envolveu com todo drama que nós seres humanos vivemos diariamente. Já Ethan, nosso good boy aqui; o cara é bom, mas confesso que Bem Olsen de “Mais que amigos” e Paul Langdon, de “Em pedaços’’ são infinitamente melhores e mais quentes, na minha opinião no meio dessa firula toda, quem se deu bem de verdade foi Olívia Middleton, que neste livro é a ex-namorada de Ethan, mas que protagoniza o lance todo em ‘Em pedaços’ com o maravilhoso Paul, diga-se de passagem, meu preferido.

Enfim, sem mais delongas, minha nota de 1-5, seria 3,5; a escrita é ótima, a história envolve bem mas não sei, acho que me prendi muito mais nos dois livros lançados anteriormente, no entanto, super indico e garanto que vocês não vão se arrepender de estar com essa belezinha, até mesmo porque os livros dela costumam ser pequenos, perfeitos para se passar um dia em ótima companhia.

COMENTAR