A Crônica do Matador do Rei | Lionsgate contrata Lin-Manuel Miranda para adaptar obras de Patrick Rothfuss

Criador de Hamilton e compositor de Moana terá controle criativo para adaptação de Nome do Vento e Temor do Sábio

3
4336

A Lionsgate contratou o produtor, ator e compositor Lin-Manuel Miranda (compositor de Moana, nova animação da Disney) para ser o diretor criativo das adaptações para TV e cinema da fantasia A Crônica do Matador do Rei, junto do próprio escritor da série Patrick Rothfuss.

É esperado que Lin-Manuel Miranda componha a trilha do filme e também as músicas do universo para as adaptações. O roteiro do filme está sendo escrito por Lindsey Beer, uma das roteiristas de Transformers 5 e está sendo baseado no primeiro livro, O Nome do Vento.

Lin-Manuel Miranda

Os livros de Pat Rothfuss estão entre os melhores que já li. É um mundo incrível e extremamente cativante. Mal posso esperar para começar o processo de adaptar este mundo para as telas“, disse Lin-Manuel em comunicado.

A Lionsgate ainda comunicou que Miranda e Rothfuss estarão envolvidos no desenvolvimento de novos personagens e enredos para a série de TV. Robert Lawrence é o produtor escalado para as adaptações no cinema e televisão.

O melhor jeito de adaptar o ambicioso e único mundo de Rothfuss é convocar alguém como Lin-Manuel Miranda, de talento incomparável e um grande fã da trilogia“, disse Erik Feig, executivo da Lionsgate.

Ainda não foram divulgadas qualquer informação de elenco, direção, data de lançamento das adaptações ou mais detalhes sobre a adaptação televisiva.

No exterior a série literária conta com dois volumes publicados e o terceiro, The Doors of Stone ainda não tem previsão de lançamento. No Brasil os dois volumes também já foram publicados pela editora Arqueiro: O Nome do Vento e O Temor do Sábio.

Vale lembrar ainda que a saga conta com mais de 10 milhões de livros vendidos ao redor do mundo e suas adaptações são aguardadas com muito entusiasmo por uma legião de fãs.

3 COMENTÁRIOS

    • Até acho que não seja isso, senão já teria lançado antes de vislumbrar qualquer nova vendas dos direitos cinematográficos e televisivos. De qualquer forma, teremos que esperar 🙁

COMENTAR